Pular para o conteúdo principal

LIVE: Desmistificando a nutrição enteral na desospitalização

14/10/2021 - 07:40 hs - Nutrição

No próximo dia 18 às 18hs, o Vitalaire realizará uma live via instagram para desmistificar a nutrição enteral na desospitalização, tema de ultra relevância quando se trata de atendimento domiciliar. O evento virtual será ao vivo e se trata de um verdadeiro “duelo de titãs” pois contará com a presença de dois grandes nomes que são referência no assunto: Enfermeira Cláudia Satiko e da Nutricionista e, Denise van Aanholt.

O processo de desospitalização significa ser dispensado da internação hospitalar, passando a receber assistência multidisciplinar no domicílio. O objetivo é criar um ambiente mais confortável para o paciente e diminuir o risco de infecções hospitalares, além de reduzir consideravelmente os gastos. 

Por mexer com as questões sócio-psico-econômicas do próprio paciente, a volta para casa nem sempre é fácil. Por isso, é importante implementar e monitorar a terapia nutricional, inclusive a nutrição enteral. Afinal, indivíduos desnutridos apresentam maior tempo de internação, mais complicações e maior mortalidade quando comparados aos demais. 

Para elaborar um plano de cuidados nutricionais é necessário identificar e classificar a desnutrição hospitalar e, a partir dessa classificação, construir o plano de cuidados nutricionais. Dessa forma, a terapia nutricional enteral (TNE) deve ser iniciada em pacientes em situações de risco nutricional ou existência de desnutrição.

A alimentação enteral acontece através de sondas e líquidos nutritivos, a fim de satisfazer o paciente que não consegue se alimentar por via oral. Os protocolos de alta hospitalar nutricional devem ser programados para que a família e/ou cuidador estejam preparados para o momento do pós-alta, minimizando as chances de reinternação precoce. Deve ser dada uma atenção especial ao uso da dieta enteral, pois serão exigidos cuidados específicos, como uso de sonda e equipo. É necessário demonstrar a utilização e cuidados com os equipamentos e manuseio da dieta. Garantir um plano de cuidados nutricionais incorporado ao planejamento de alta hospitalar é imprescindível, para evitar complicações. 

Não perca a oportunidade de assistir.

Enfermeira Claudia Satiko Takemura Matsuba

Doutorado em Ciências da Saúde-EEUSP - MBA Executivo em Saúde-FGV - Mestrado na Saúde do Adulto-UNIFESP - Especialista em Nutrição Parenteral e Enteral-BRASPEN - Pós-graduação em UTI-UNIFESP - Presidente do Comitê de Enfermagem-BRASPEN - Membro da FELANPE - Membro do grupo de pesquisa "Senescência e senilidade- desafios no cuidar em saúde"-EEUSP - Consultora em Terapia Nutricional

Denise Philomene Joseph van Aanholt - nutricionista clinica 

Especialista em terapia nutricional (BRASPEN), Especialista em Atendimento Domiciliario pela EEUSP (escola de enfermagem da USP), membro do grupo de pesquisa "Senescencia e Senilidade: desafios no cuidar em saúde na EEUSP, 

Doutoranda na EEUSP, auditoria em TN

Fonte: https://nutritotal.com.br/pro/o-que-e-desospitalizacao-bem-sucedida-e-qu...

Tags: Nutrição nutrição enteral