Pular para o conteúdo principal

Tratamento

Conheça o melhor tratamento para os distúrbios do sono

A apneia do sono tem tratamento, saiba como retomar a qualidade do seu sono.

O tratamento da apneia do sono deve ser planejado de acordo com as necessidades de cada paciente e com o grau de apneia.


Primeiro você precisa saber o que é apneia e os seus principais sintomas, assim como identificar se realmente esse é o seu problema.

A partir do diagnóstico preciso de Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), é fundamental saber que há solução! A questão é saber como tratar para realmente retomar sua qualidade de vida.

Não existe fórmula mágica e padrão. O tratamento deve ser planejado de acordo com as necessidades individuais de cada paciente e de acordo com o grau de apneia (identificado no exame de polissonografia).

Mas, em geral, o tratamento da AOS engloba três caminhos:

  • Adoção de medidas como: controle de peso, prática regular de exercícios físicos, zero cigarro, reduzir consumo de álcool, ingerir medicação apenas mediante prescrição médica etc
  • Dispositivos intraorais, fisioterapia e teorias comportamentais
  • Uso de dispositivos ou aparelhos que visam facilitar o fluxo do ar pela via aérea, como o CPAP

CPAP

Os CPAPs são equipamentos leves e portáteis, que podem ser usados na casa, hotéis e em viagens e geram  fluxo de ar, ou seja, funcionam como soprador que empurram mais ar pela via aérea superior, permitindo que mais ar circule de maneira fluida nas vias aéreas, impedindo que ela venham a fechar durante a noite.  A sigla CPAP vem do inglês Continuous Positive Airway Pressure ou pressão positiva contínua na via aérea.

O equipamento pode ser ajustado com pressões entre 4 e 20 cmH2O, e é o exame de polissonografia que irá contribuir para a definição de qual pressão é melhor para cada paciente.

Após indicação específica e orientação de um especialista, o CPAP deverá ser utilizado todas as noites. O uso correto do CPAP produz uma rápida, verdadeira e benéfica mudança de vida em todos os pacientes, sobretudo naqueles com distúrbios moderados a graves. Estes percebem uma grande mudança nos  sintomas como redução na sonolência e na fadiga durante o dia.

E se não tratar?

Sem tratamento os sintomas da apneia do sono tendem a piorar. E o mais grave é o risco de problemas de saúde associados. Os mais comuns são:

  • Maior risco de acidentes de trânsito e de trabalho: vários estudos demonstram que o número de acidentes de trânsito em pacientes com AOS é 2 a 3 vezes superior em relação à população que não sofre de apneia. Muito por conta da tendência a "cochilos" involuntários durante o dia.
  • Pressão Alta: pacientes com apneia do sono podem desenvolver Hipertensão Arterial Sistêmica mesmo que não tenham outros fatores de risco.
  • Arritmias cardíacas: que ocorrem exclusivamente durante o sono. É bastante comum esse tipo de arritmia em pacientes com AOS.
  • Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e Acidente Vascular Cerebral (AVC): alguns estudos apontam para riscos aumentados destas doenças em portadores de AOS.
  • Distúrbios Cognitivos: dificuldade de memória, dificuldade de concentração e déficit de atenção.
O VITALAIRE OFERECE SUPORTE TOTAL NO TRATAMENTO DA APNEIA DO SONO.
Deixe seu feedback

Você encontrou o que procurava no site?

Deixe seu feedback.